“DIESELGATE” LEVA A VOLKSWAGEN A PREJUÍZO BILIONÁRIO

O departamento de Compliance da Volkswagen detectou, há 3 anos, uma fraude interna na aferição dos sistemas de emissão de poluentes.

O escândalo intitulado“Dieselgate” levou a Volkswagen a recomprar cerca de 350 mil veículos a diesel nos Estados Unidos gastando uma quantia de US$ 7,4 bilhões até meados de fevereiro, segundo dados do processo judicial. A montadora alemã armazena centenas de milhares de veículos há meses.

Vídeos e fotos mostram uma das 37 instalações para armazenar veículos envolvidos no “Dieselgate”, já que a montadora foi condenada por fraude em emissões de poluentes.

Acordo de US$ 25 bilhões.

Condenada por manipular as emissões de gases poluentes de seus veículos por meio de software, a empresa chegou a acordo com as autoridadas para pagar US$ 25 bilhões em multas e compensações pelos danos causados.

O acordo prevê a recompra total de 500 mil veículos na América do Norte, em processo que deve continuar até o final de 2019.

A ação judicial informa que até 31 de dezembro a Volkswagen havia readquirido 335.000 veículos a diesel, revendido 13.000 e destruído cerca de 28.000 veículos.

No final do ano passado, a Volkswagen estava armazenando 294.000 veículos em todo o país.

A montadora admitiu, em setembro de 2015, contornar o sistema de controle de emissões nos veículos a diesel dos EUA para veículos vendidos desde 2009, o que motivou a renúncia do diretor-executivo da empresa.

IBC é Compliance!
(Fonte G1)



Deixe uma resposta